terça-feira, 28 de agosto de 2012

Subindo o Gigante!

Sábado (18/08/2012) fiz meu treino mais pesado até hoje, fui chamado pelo meu amigo Franz a subir o pico do jaraguá correndo. São 4.5k de uma puta subida com uma paisagem recompensadora no final, mas entenda, é uma senhora subida de respeito, um verdadeiro gigante.
Depois que o Franz me fez o convite resolvi me preocupar um pouco mais com as subidas (na real venho enfrentando subidas leves e medianas desde quando fiquei sabendo que na corrida de Pirituba haviam subidas), então como eu passei a treinar no Ceret do Tatuapé, e la tem umas boas subidas, decidi repetir mais vezes no roteiro do treino essas subidas. Treinei com as subidas na segunda e na quarta feira, na sexta encontrei um brother de infância, que para minha surpresa corre também, pela equipe Wilson. Ele este estava passando treinamento e claro, me convidou para treinar com eles. Esse foi meu primeiro treino de sprint, 5x de 100m e 10x de 200m intercalados com trotes de 800m. Foi muito bacana, algo novo para mim, quero voltar a fazer esse tipo de treino em breve. Após esse treino, fiz mais uns 3k para poder sair satisfeito do treino hehehe.
Já no sábado pela manhã, estávamos la, Franz e eu iniciando a subida do gigante. Seguimos em um ritmo mediano e em pouco tempo já dava para perceber o quanto aquelas subidas exigem do treino. Fizemos os primeiros 3k correndo e paramos para caminhar um pouco, deste ponto até o final foram 500m andando, 500m correndo e os últimos 500m correndo. Durante o trajeto, passaram por nós vários ciclistas claramente sofrendo com a força da subida e quase já no final uma cena muito bacana da subida, estávamos em uma altitude tão grande, que passou por nós (na mesma altura, praticamente do nosso lado) um helicóptero.
Para quem pretende fazer essa subida, o inicio é pesado, mas digamos que é um nível mediando, do meio pro final as subidas fica muito mais pesadas.
Finalmente chegamos la, 4.57k em 36min, uma vitória, com a sua recompensa.

Foto que tirei quando chegamos no topo do pico do Jaraguá.

Realmente, la de cima do pico a paisagem é fantástica, deu para ficar um bom tempo la, só olhando e esquecendo de todos os problemas. Uma coisa sensacional é olhar para baixo e ver os pássaros voando, bem abaixo de onde você esta. A unica coisa que me deixou realmente triste é ver a camada de poluição que fica mais escura encima do centro de São Paulo, é realmente muito triste ver oque o "progresso" faz com nosso ar.


A volta resolvemos descer a pé mesmo, trocando ideia, e neste trajeto foi quando vimos uma cena épica, algo tipico de documentário de tv a cabo. Vimos vários macacos pulando entre os galhos, mais de 20, sendo a ultima tropa composta por mãe com seus filhos pendurados nas costas. Uma cena maravilhosa e desesperadora ao mesmo tempo, pois os saltos faziam com que os galhos envergassem devido ao peso dos macacos, por mais que eu saiba que eles fazem isso direto, a cena ainda me dava frio na barriga. Alem dos macacos saltadores, teve um macaco que estava na beira da estrada tentando interagir com as pessoas que estavam passando por la, tentei tirar uma foto de perto, porem ele começou a andar em minha direção talvez achando que meu celular era algo de comer, nesta hora meu brother Franz me falou que os macacos daquela região costumam pegar os pertences dos pedestres, então guardei o celular e segui viagem, o unico problema é que o macaco ficou no meio da estrada, então Franz e eu  tivemos que ir parando os carros que estavam subindo para avisar da presença do macaco na estrada. 

O tal macaco que se interessou pelo meu celular rs.


Foi realmente um treino muito forte, que combinamos fazer pelo menos uma vez por mês, porem a segunda dose veio antes mesmo de eu terminar de escrever esse post. Domingo passado (26/08/2012) estávamos la novamente diante do gigante, Franz, eu e desta vez mais 3 novos amigos, Rafa Alves, Márcio Kalach e Ricardo Ferro. Ou seja, agora eramos 5 membros da FORÇA VEGANA encarando o gigante e o desafio dessa vez era um pouco mais intenso, já que o Franz e o Ricardo já está treinando para suas primeiras maratonas, o Rafa já é maratonista e o Márcio é um tremendo ultramaratonista, sendo assim, eu era o garoto juvenil da história, mesmo assim, antes de sair de casa já havia me decidido, iria acompanhar o ritmo dos meus amigos.
E la vamos nós, dessa vez com um ritmo um pouco mais leve só que graças a isso, com muito mais disposição. Subimos em um pace médio de 6:50min/km e desta vez consegui fazer o trajeto praticamente inteiro só quebrando nos ultimo metros.


Fui realmente muito melhor do que a primeira vez que subi, controlei melhor o ritmo e consegui chegar com muita força até o final, só quebrei na ultima curva que realmente é uma das partes mais ingrimes da subida, o que sinceramente considero como se não tivesse quebrado hehehe. Fizemos a subida em cerca de 30min e todos conseguiram chegar. Fizemos o clássico intervalo no ponto mais alto do pico para admirar a paisagem e trocar figurinhas, fizemos a hidratação e encaramos a descida, dessa vez no trote.

Apesar da cara de cansado, eu estava com pique ainda rs.

Fizemos a descida bem tranquilos, trocando ideia, em um trote leve com um pace médido de 6min/km e finalizamos a descida em cerca de 25min. Infelizmente desta vez não tinham macacos, mas foi bacana da mesma forma. Foi muito legal conhecer o Rafa, o Márcio e o Ricardo, os 3 são extremamente gente fina, espero realizar mais treinos e até mesmo provas com esses caras. Conversei com eles sobre o meu receio de me escrever em uma corrida de 10k e só fui incentivado a faze-lo, algo que realmente me encorajou. O treino terminou com praticamente 9k de uma subida de respeito e consequentemente uma descida que requer prudencia, tudo isso sem drogas (licitas e ilícitas) sem carne, sem queijo, sem leite, sem ovos, sem sangue inocente e sem culpa.


Na volta para a estação de trem ao bom estilo vileiro funkeiro, a trilha sonora foi a inspiração de qualquer corredor vegano. PROMOE - LONG DISTANCE RUNNER.




No alcohol, no weed
No cigarettes, no És
No milk, no cheese
No eggs, no meat
Just meditation and peace


FORÇA VEGANA!

2 comentários:

  1. Presença demais! Mês que vem tem mais, mas dessa vez sem parar pra rolar ideia e ainda pegando a trilha pra subir/descer.

    ResponderExcluir
  2. se seguir o nível da evolução dos dois treinos, no próximo no mês que vem, agente consegue subir inteiro e descer na sequencia.

    ResponderExcluir